Archive for the ‘Alessandro’ Category

Mais um Doutor!

agosto 31, 2010
Dr Placco

Dr Placco

É com grande satisfação que o Café com Ciência anuncia o mais fresco novo doutor do IAG, e deste blog: Dr Vinícius Moris Placco!

Uma salva de palmas para ele!

Anúncios

Programa Especial da TV Brasil e a Astronomia

agosto 25, 2010

Este vídeo passou no Programa Especial da TV Brasil no dia 13 de agosto deste ano.

O Programa Especial é uma iniciativa ímpar da TV Pública nacional. Ele trata de temas relacionados a pessoas portadoras de necessidades especiais e de sua inclusão na sociedade, abordando os mais variados assuntos como mercado de trabalho, lazer, novos tratamentos, esporte, saúde, entre outros, tratados de forma inclusiva e descontraída.

Segundo o site do programa: “O Programa Especial mostra que as pessoas com deficiência são capazes e atuantes na sociedade e é voltado para todo cidadão que acredita ser não apenas possível, mas também imprescindível vivermos em um mundo que valoriza a diversidade”.

Dada a dica, não deixe de acompanhar o Programa Especial todas as sextas-feiras às 19:30.

Nesta reportagem em particular, durante o último dia dos pais, este ano celebrado no dia 08 de agosto, o engenheiro Paulo Sérgio resolveu presentear seu filho, Pedro, com uma visita ao Planetário da cidade do Rio de Janeiro.

Pedro, que é portador de autismo, é apaixonado pela astronomia. Paixão esta compartilhada pelo pai do garoto.

É emocionante ver a interação do pai com o filho, ver a paixão dos dois pela Astronomia. Fico extremamente feliz por saber que esta bela ciência, a Astronomia, possa ter uma utilidade tão social, de inclusão e de maravilhamento.

Parabéns ao Paulo Sérgio e a seu filho Pedro. Espero que continuem a olhar para os céus!

E pur si muove!

agosto 23, 2010

Excelente vídeo de Tony Rowell. Para quem gosta destas belas imagens e belos vídeos, há mais deles no vimeo.

O que vemos neste vídeo acima é um conjunto de antenas para observações na faixa do sub-milimétrico. Este movimento das antenas ocorre quando se acompanha um alvo de estudo ao longo da noite, ou quando se muda de um alvo para outro. E, enquanto as observações vão sendo feitas ao longo da noite, a Via Láctea desliza sobre os observadores.

Este conjunto, em particular, é denominado CARMA. CARMA é uma sigla para Combined Array for Research in Millimeter-wave Astronomy (em uma tradução livre do inglês: Conjunto Combinado para Pesquisa Astronômica em ondas Milimétricas).

O conjunto de antenas CARMA, consiste de seis antenas de 10,4 metros, nove de 6,1 metros e oito de 3,5 metros que são utilizadas para o estudo do universo em comprimentos de onda milimétricos.

A ciência que se pode conduzir com o conjunto de antenas CARMA é centrada em torno do estudo do universo frio através do imageamento da emissão em rádio de moléculas, poeira interestelar e emissões do universo primordial. As principais áreas de estudo incluem: a formação, evolução e a dinâmica de galáxias; a formação de estrelas e de sistemas planetários em torno de outras estrelas; a composição das atmosferas planetárias, de cometas e de outros corpos menores de nosso Sistema Solar; além da evolução de aglomerado de galáxias e do Universo.

Música para Galileu

agosto 10, 2010

Uma ótima dica do blog Associação Viver a Ciência.

A banda que aparece no vídeo acima é Haggard. Trata-se de uma banda alemã de “Classical Medieval Metal” que (segundo a Wikipedia) combina música folk, erudita e death metal.

Esta banda resolveu prestar uma homenagem a Galileu Galilei dedicando a ele um álbum inteiro: Eppur Si Muove (2004). Disco este batizado com a famosa frase atribuída à Galileu e que foi, possivelmente, dita em seu julgamento quando negara suas teorias perante a Santa Inquisição: “Mas tudo se move”.

Para quem gosta deste estilo de música (que não é muito o meu caso), fica a dica e a homenagem.

A História das Religiões

julho 27, 2010
A expansão das religiões

A expansão das religiões

Ao clicar na figura acima, o leitor poderá visualizar um mapa animado que sintetiza o surgimento e a expansão das religiões com os maiores números de fiéis.

Esta animação é uma de tantas que podem ser encontradas no sítio: Maps of War, do inglês: Mapas de Guerra.

Como poderão perceber, o forte das animações é a história militar. Também, é difícil retratar a história das civilizações, incluindo aí as religiões, países e culturas de forma geral, sem a presença das guerras. Infelizmente, entender o passado do homem é, quase que, estudar as guerras.

Mas, há outras animações além de guerras. Além da animação acima sobre as religiões, abaixo coloco uma que exibe a propagação da democracia ao redor do globo.

Recomendo fortemente, portanto, uma visita ao sítio Maps of War. E divirtam-se com a história!

Democracia ao redor do planeta

Democracia ao redor do planeta

A Astronomia Brasileira e o LNA

julho 22, 2010

Laboratório Nacional de Astrofísica de marcelo b no Vimeo.

Logo acima, está um excelente vídeo sobre a participação do LNA no desenvolvimento e gerenciamento da Astronomia brasileira. O LNA é o responsável pelo OPD e pela participação brasileira em telescópios de grande porte no Chile e Havaí.

Sinto falta de vídeos desse nível sobre a ciência nacional. Os idealizadores/realizadores estão de parabéns!

Sons do Sol

junho 28, 2010

Astrônomos da Universidade de Sheffield (Reino Unido) realizaram uma gravação do que seriam os harmônicos musicais produzidos pelo campo magnético da fotosfera solar. Dica do blog de Astronomia do astroPt.

Eles perceberam que os arcos magnéticos, que podem ser vistos na superfície solar, comportam-se como cordas vibrantes de um instrumento musical. A partir disso, obtiveram o que seria percebido caso estas cordas vibrantes hipotéticas estivessem aqui, na superfície terrestre. Ou seja, obtiveram as ondas sonoras emitidas por este instrumento hipotético.

Os dois vídeos, acima e abaixo, ilustram o que poderíamos ouvir, caso o espaço interplanetário não fosse puro vácuo, e se comportasse como nossa atmosfera.

O professor Robertus von Fáy-Siebenbürgen, chefe da equipe, argumentou que: “É estranhamente lindo e excitante ouvir estes ruídos pela primeira vez sabendo que são originários de uma fonte tão enorme e potente. Isto é um tipo de música já que tem harmônicos, e estes novos dados nos proverá meios alternativos de conhecer o sol, além de nos dar novas dicas sobre a Física que acontece nas camadas solares mais externas, onde as temperaturas podem alcançar alguns milhões de graus Celsius.”

Curtam o Som!

Forma diferente de se extrair os dentes!

junho 21, 2010

Uma forma mais divertida, e não tão segura, de se arrancar o dente de uma criança!

No vídeo acima, um pai nerd (se bem que mais parece coisa de tio…) achou uma forma diferente de extrair o dente do filhão (ou sobrinho, vai saber).

Os diálogos não importam muito, mas começam com o adulto perguntando ao garoto o que ele vai fazer. O garoto, meio que sorrindo, responde que vai disparar o foguete, cujos controles estão em suas mãos. Logo após o adulto, já rindo bastante, fala do foguete que vai levar junto o dente-mole do garoto. Não tem muita conversa, mas é divertido.

Algum tempo depois, eles acham o dente arrancado. Só não fizeram:

“Morão, Morão! Toma teu dente podre e me dá o meu são!!!”

Será que a mãe do garoto fazia alguma ideia dos planos maquiavélicos do pai da criança?
E viva a era espacial! Hehehe

A Maior Flor do Mundo

junho 18, 2010

Não sou um especialista no autor (longe disse, infelizmente) mas já li, pelo menos, uma de suas obras “O Homem Duplicado“, que o Vinícius (que tem uma coleção de obras de Saramago) me emprestou algum tempo atrás.

De qualquer forma, fica aqui uma singela homenagem ao, até agora, único escritor em língua portuguesa a ser laureado com um Nobel de Literatura.

Mas não só de doces palavras se faz um grande escritor, sinceridade e personalidade também são necessárias. No vídeo abaixo, Saramago nos presenteia com um pouco de sua visão de mundo.

Galileu e sua culpa no aquecimento climático!

junho 15, 2010
Ainda hoje o julgamento não acabou!

Ainda hoje o julgamento não acabou!

Depois de passados quase 400 anos de sua morte, Galileu ainda remexe em seu túmulo devido a mais uma acusação contra sua pessoa.

Nada mais nada menos que o príncipe de Gales, o príncipe Charles, acusa-o de ser responsável pelo estado doentio em que a Terra se encontra hoje.

Tudo bem que após divulgar o nome do denunciante, muita gente deve ter sentido um certo alívio. Até porque, o quê podemos esperar de alguém que só viaja, joga pólo, dança samba em países exóticos e não sérios? De um lado não poderíamos esperar algo muito profundo e desafiador, por outro lado, ele é uma personalidade conhecida ao redor do globo, e que pode sim formar opinião.

A abobrinha que ele soltou foi em um discurso proferido em Oxford no dia 09 de junho de 2010. No discurso, ele critica o materialismo e o consumismo da sociedade atual (até aí, tudo bem), mas afirma que essa característica da humanidade remonta desde os tempos de Galileu com seu determinismo científico.

Segundo sua alteza, Galileu reduziu a natureza em quantidade e movimento. E só! Diminuindo sua essência. Ele descreve o ponto de vista científico do mundo atual como uma afronta às tradições sagradas. A natureza deixou de ser “She” para ser “it” (em inglês, “ela” usado para mulheres e “ele/ela” usado para coisas e animais).

Na verdade, vejo esse tipo de equívoco em toda parte. Na universidade onde estou atualmente (USP) há uma pixação, que por si só já é lastimável pela violência com que o(a) tal sujeito(a) resolve manifestar sua opinião, em que está escrito algo como: “Abaixo a ciência burguesa que destrói a natureza”, ou alguma outra frase com um raciocínio (se é que há um) bastante similar.

Esses equívocos provam que a ignorância não é um fenômeno da dita base social e nem de caráter puramente nacional, realezas sofrem deste mal.

O problema é culpar o outro. Fulano é o responsável pelo aquecimento. Sicrano, que é burguês (não entendo onde essa ideia entra, mas tudo bem), quer destruir os recursos naturais…

O pichador, ou sua alteza, não percebem que é ao saírem do supermercado cheios de sacolas plásticas que estão ajudando a acabar com o equilíbrio da natureza. Que é o jatinho da alteza, ou o carro do manezão, que polui a atmosfera com gases tóxicos, contribuindo para o aquecimento global. Que é a tinta do spray que utilizou na pixação (que não duvido contenha CFC), e que passou por todo um processo de manufaturação, que ajudou a contaminar o ambiente.

A ciência é uma ferramenta cujos resultados podem ser utilizados para o bem ou para o mal. Interessante que é a mesma ciência tão criticada quem aponta a existência do aquecimento climático. É da ciência que esperamos encontrar as alternativas em energias renováveis, por exemplo, para um melhor usufruto da natureza. São dos resultados científicos, portanto, que devemos melhorar NOSSOS hábitos com relação ao planeta. E daí parar de acusar terceiros que, diga-se de passagem, é bem mais fácil que tomar atitudes.

Culpar os outros é coisa de frouxo (ignorante), e tenho dito!

Ainda é possível acordar o sujeito pra realidade?

Ainda é possível acordar o sujeito pra realidade?