Quer ser um astrônomo mirim?

by

Tela de abertura do programa

Já parou para pensar em qual a origem dos elementos químicos? De onde saíram todos os átomos que constituem a estrutura da matéria e o que os faz diferentes uns dos outros?

Pode parecer muito distante da realidade com a qual lidamos em nosso dia-a-dia, mas todos os elementos químicos têm principalmente duas origens: ou vieram das estrelas ou nasceram pouco tempo após o Big Bang, evento que deve ter dado origem ao universo em que habitamos.

Não só aqui na Terra podemos encontrar os elementos químicos resultantes desses dois processos: eles estão espalhados por todo o universo, tanto em outros planetas como também nas estrelas e no meio interestelar. E um dos fatores que fazem com que cada estrela seja diferente das outras é justamente sua composição química, ou a quantidade de átomos de cada espécie que faz parte dessa estrela.

Isso pode parecer impressionante, mas não acaba aí! Muito do que se conhece do universo atualmente se deve ao sucesso dos astrônomos em  desvendar a composição química das estrelas e de outros objetos astronômicos. Ter acesso às informações de personagens que estão a distâncias de nosso planeta muitas vezes inconcebíveis é consequência de teorias capazes de descrever como a luz interage com a matéria.

Sabe-se que a luz pode ser decomposta em cores – o arco-íris é explicado por esse fenômeno. Ao se separar a luz que vem das estrelas em cores, é possível descobrir quais são os elementos químicos que constituem a matéria com a qual essa luz interagiu antes de chegar aos nossos olhos ou aos detectores dos telescópios.

Em resumo, a luz emitida pelas estrelas transporta informações sobre seus elementos elementos químicos.

Diante de todas essas informações, um grupo de educadores e astrônomos construiu um software que simula o trabalho do pesquisador dedicado a descobrir a composição química das estrelas. No programa “Astrônomo mirim”, produzido em Java, o usuário tem a oportunidade de trabalhar como auxiliar do astrônomo Henrique Charles Morize, um antigo diretor do Observatório Nacional (uma das instituições mais antigas existentes hoje no Brasil, fundada pelo Imperador D. Pedro I em 1827) em São Cristóvão, Rio de Janeiro. O trabalho se resume a identificar elementos químicos das estrelas da bandeira nacional pela comparação entre espectros (nome dado à luz decomposta em cores) de elementos químicos conhecidos.

O programa é destinado a alunos do 2º e 3º ano do ensino médio e pode ser baixado a partir do banco de objetos educacionais do MEC. Apesar de alguns pequenos problemas (como erros de digitação, por exemplo) que espero sejam corrigidos pela equipe responsável, é uma ferramenta muito interessante aos professores para introduzir conceitos de Astronomia nas aulas de Física.

Anúncios

Tags: , , ,

7 Respostas to “Quer ser um astrônomo mirim?”

  1. LasCroquetes Says:

    Olá, Tiago,

    Adorei o texto e principalmente a indicação. Interessante a forma que encontraram para introduzir temas de disciplinas distintas, já que o programa não se limita a tratar de conteúdos restritos a física e química.

  2. cayman Says:

    Muito legal!

  3. Maria Piedade dos Reis Says:

    Gostaria de saber como ter acesso ao programa ASTRÔNOMO MIRIM

  4. Carolina Says:

    Achei muito legal mas fico triste pois tenho apenas 12 anos e n posso participar

  5. Louisy Says:

    Eu fico me perguntando pq escolher justamente astronomia eu podia escolher outra profissão afinal eu só tenho 12 anos tenho um bom tempo pra escolher um profissão boa,muita gente fica falando que é difícil de mais fazer astronomia mas eu não acho pq sou completamente apaixonada acho que poderia viver trancada dentro de um laboratório pq é muito apaixonante vc aprender sobre os planetas as estrelas mesmo não podendo participar eu fico feliz por saber que muita gente hoje em dia escolhe a msm profissão que eu vou escolher quando estiver na faculdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: