Archive for maio \19\UTC 2010

Journey of Mankind

maio 19, 2010

Acabei de receber um link (novamente através do camarada Fabiô) do Journey of Mankind. Este interessantíssimo sítio mantido pela Bradshaw Foundation nos leva em um tour virtual que acompanha a jornada do homem moderno nos últimos 160.000 anos.

(dependendo da conexão o site demora para carregar…)

Ainda não tive tempo para explorar todo o material, mas até onde pude ver o trabalho é bem completo. Os créditos são dados a Stephen Oppenheimer, do Instituto de Antropologia Cognitiva e Evolucionária da Universidade de Oxford. Eu sugiro fortemente que os 3.5 bilhões de leitores do blog continuem espalhando o link e abandonem o Café com Ciência nesse momento clicando na imagem acima…

Anúncios

Imagem da semana: Iguaçu e a Via Láctea

maio 15, 2010

A imagem dessa semana é mais uma daquelas para testar suas habilidades de reconhecimento do céu. Ela mostra alguns objetos típicos do céu do hemisfério sul juntamente com as maravilhosas cataratas do Iguaçu (que eu vergonhosamente nunca fui visitar).

A versão da foto com os nomes de alguns objetos nela presentes encontra-se a um click de distância. Antes de olhar os resultados na página do APOD, os bilhões de leitores do blog podem tentar identificar os seguintes objetos:

  • Nuvens de Magalhães: As covas de Adão e Eva já foram assunto aqui no Café com Ciência algumas vezes.
  • Sirius: estrela mais brilhante no céu noturno.
  • Canopus: estrela supergigante, segunda mais brilhante no céu noturno. É interessante notar que Sirius encontra-se a uma distância de 8.6 anos-luz e Canopus está a 310 anos-luz! Ou seja, Canopus é intrisecamente muito mais brilhante que Sirius, porém o que vemos quando olhamos para o céu são as estrelas projetadas na esfera celeste (através da magnitude aparente).
  • Cruzeiro do Sul: Constelação próxima ao Pólo sul Celeste. Apesar do nome, essa constelação pode ser vista por inteiro no hemisfério norte, para quem mora em latitudes menores do que 27 graus norte (por exemplo México, estado da Flórida – EUA, Índia e sul do Egito).
  • Alfa e Beta Centauri: parte da constelação do Centauro.

Além dos objetos citados acima, é possível identificar o Pólo Sul Celeste e a Nebulosa de Carina. Para quem quiser aprender mais sobre o assunto, o Planetário de São Paulo oferece cursos muito bons de reconhecimento do céu, mecânica celeste e astronomia geral.

Dia das Mães: Quando Me Lembro

maio 7, 2010

Próximo domingo (09/05/2010) será comemorado o Dia das Mães e o Café com Ciência não poderia deixar de prestar outra homenagem a todas as mães.

No vídeo acima está o saudoso Sivuca (Itabaiana-PB, 26 de maio de 1930 — João Pessoa-PB, 14 de dezembro de 2006) tocando uma linda valsa composta em 1931 e cuja autoria é de Luperce Miranda (Recife-PE, 28 de julho de 1904 — Rio de Janeiro-RJ, 5 de abril de 1977).

O nome da música é “Quando me lembro”, acho que não teria tema melhor quando falamos em Dia das Mães. As lembranças vêm desde a época de infância, onde levávamos aquela obra-prima feita em uma aula de educação artística e que a mãe (toda-fofa) guardava a pintura dentro de algum livro da estante, até os dias atuais onde a distância é atenuada por uma ligação de feliz dia das mães…

Esta canção achei bastante apropriada para o momento. Espero que gostem, principalmente as mães leitoras deste blog. Acho impressionante como esta música, simplesmente, não é mais tocada nesse mundão de meu deus. Ah, e se as mães quiserem se identificar com comentários será ótimo! 😀

Feliz Dia das Mães!

Curso de Introdução à Astronomia do IAG

maio 5, 2010

Para quem gosta de Astronomia, mas acha que nunca teve oportunidade de estudá-la a fundo e entrar em contato com profissionais da área, sugiro o curso de introdução à Astronomia e à Astrofísica do IAG-USP que será realizado de 19 a 23/07/2010. As inscrições já estão abertas e encerram-se dia 25/06/2010.

Título: “INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA E À ASTROFÍSICA”

Mais informações por telefone, (0xx11) 3091-2710 / 2800 / 2814
FAX: (0xx11) 3091-2860
email: ceu@astro.iag.usp.br
URL: http://www.astro.iag.usp.br/~ceu

P R O G R A M A:

1. Astronomia Fundamental: Uma revisão dos conceitos e grandezas fundamentais utilizados em astronomia;
2. Ferramentas do Astrônomo: Descrição dos instrumentos e técnicas usados em astronomia para obter-se informações sobre os corpos celestes;
3. Sistema Solar: Um visão geral do Sol e do sistema planetário;
4. Dinâmica de Sistemas planetários: A descrição dos movimentos e interações gravitacionais entre os corpos do sistema solar;
5. O Sol: A estrutura interna, as características da superfície e a atmosfera do Sol;
6. Estrelas: Uma descrição das estrelas, suas diversas cores e luminosidades, sua estrutura interna e seu funcionamento;
7. Exoplanetas: uma descrição dos resultados atuais dos projetos de busca de planetas em outros sistemas solares;
8. Evolução Estelar: O funcionamento e o ciclo evolutivo das estrelas de distintos tipos;
9. Meio Interestelar: A estrutura, composição química e evolução do meio interestelar e das nebulosas;
10. Meteorologia: Uma descrição da atmosfera da Terra e das técnicas de previsão de tempo;
11. A Galáxia: A estrutura, a formação e os principais componentes da Via Láctea;
12. Outras Galáxias: Os principais tipos de galáxia, suas características dominantes e evolução;
13. Cosmologia: A estrutura em larga escala e a evolução do universo como um todo;
14. Astrofísica no século XXI: os novos problemas: os principais problemas que atualmente dominam a pesquisa em astronomia.

Organização:
Profs.: Roberto D.D. da Costa e Thais E.P. Idiart
Secretária:
Maria Regina S. Iacovelli

Imagem da semana: MSU Campus Observatory

maio 3, 2010

A imagem dessa semana foi feita por acaso. Estava eu, correndo em uma estrada próxima à Universidade, com a máquina fotográfica em mãos, quando me deparo com essa belezura. Eis o Observatório da Michigan State University (confesso que fiquei decepcionado com o site, achei que poderia ser mais caprichado). Localizado nos limites da cidade de East Lansing, (estado de Michigan) ele é utilizado tanto para apresentações para o público quanto para pesquisas científicas. Mesmo sendo de pequeno porte (60cm de diâmetro), muita ciência de qualidade pode ser feita nele (caso fique curioso, veja a lista de publicações recentes no site).

É interessante notar que esse telescópio sofre dos mesmos problemas dos telescópios do Observatório Pico dos Dias. Na imagem pode-se notar a presença de árvores e nuvens no céu, ou seja, não é um lugar ótimo para se ter um telescópio. Além disso, essa região está a apenas 200m de altitude em relação ao nível do mar e o lugar não tem muitas elevações, o que causa um vento que também prejudica as observações. Eu diria que ele está lá mais por questões políticas do que qualquer outro motivo.

Agora, a pergunta que não quer calar: o que diabos o rapaz estava fazendo correndo com a máquina fotográfica em mãos? Na verdade eu estava querendo fotografar gansos-do-canadá que aparecem aqui na região dos grandes lagos nessa época do ano. Eu não acreditei quando vi um monte deles andando pelas calçadas como se estivessem dando uma volta. Não é todo dia que é possível encontrar um telescópio e um bando de gansos assim próximos.

PS: Se a foto estiver meio tremida é porque eu estava correndo e também porque esses bichos apresentam um comportamento ligeiramente agressivo quando alguém tenta chegar muito perto…