Archive for abril \27\UTC 2010

Voltando de terras alienígenas

abril 27, 2010
Hayabusa

Trajetória da sonda japonesa: Hayabusa

Está confirmado no site da agência espacial japonesa, a JAXA. A sonda espacial Hayabusa está retornando à Terra.

Esta sonda foi enviada ao espaço em 9 de maio de 2003 e tinha como objetivo pousar no asteróide Itokawa e retornar à Terra com amostras deste corpo celeste. De fato, ela alcançou o alvo em 12 de setembro de 2005 e fez o pouso em 20 de novembro do mesmo ano. Esta missão lembra a da sonda Stardust já comentada aqui no Café com Ciência.

A Hayabusa foi o primeiro artefato humano a pousar em um asteróide, mas apresentou falhas durante seu pouso no objeto celeste e deixou de enviar sinais por um bom tempo. Surpreendentemente, ela voltou a contactar os cientistas na Terra e está, como esperado anteriormente, em um caminho de volta pra casa. Espera-se que trazendo os materiais coletados uma vez que, devido aos problemas técnicos apresentados, não se sabe se a sonda cumpriu com sua principal missão.

Este feito marcará o retorno à Terra de um artefato humano que tenha visitado terras alienígenas desde a conquista lunar, há cerca de 40 anos atrás. A data prevista para a entrada na Terra é dia 13 de junho deste ano na região de Woomera, Austrália.

O mais interessante é que seu retorno coincide com o achado de um espelho montado sobre um robô e que estava perdido na superfície lunar desde 1971.

Este parece ser o mês do retorno dos desaparecidos!

Imagem da semana: Eyjafjallajökull

abril 23, 2010

Eyjafjallajökull

Ele estava lá quieto desde o início da segunda década do século XIX. Eyjafjallajökull é, segundo a wikipedia, uma das geleiras de menor dimensão da Islândia. Esse nome estranho pode ser traduzido literalmente como “geleira das montanhas das ilhas”. Neste link aqui estão listadas as erupções do acima citado ocorridas em 2010.

A imagem acima foi retirada do APOD do dia 19 de abril. Segundo a referência, nenhuma das duas erupções, ocorridas em 20 de março e 14 de abril, foram das mais fortes já vistas por aí. O agravante, na verdade, foi o fato de que a segunda erupção derreteu uma quantidade considerável de gelo que conseguiu esfriar a lava expelida em pequenos fragmentos que foram carregados e fizeram o estrago. O evento foi tão sério que, na segunda-feira desta semana, toda a Europa teve cerca de 70% de todos os seus voos cancelados. Até o pessoal que vai correr a Maratona de Londres no próximo domingo tiveram seus contratempos.

Encontrei também um artigo bem interessante no blog da Scientific American que discute um aspecto diferente do evento, e questiona se os efeitos do aquecimento global podem ou não colaborar para aumentar a frequência de erupções vulcânicas e terremotos. Se você se interessou pelo assunto vale a pena dar uma conferida no texto (em inglês).

Para ter uma idéia do tamanho do problema, coloco logo abaixo o .gif que encontrei aqui (e que por sua vez encontrou a referência acolá), que mostra, penso eu, uma animação da dispersão da nuvem de cinzas.

—————————————————

PS1: Eu escrevi o post inteiro sem digitar uma vez sequer a palavra “Eyjafjallajökull”. Viva o ctrl+c ctrl+v.

PS2: Clique aqui para ver mais fotos bem impressionantes do evento.

PS3: Já pensou em como dar nome a um vulcão? Veja essa ótima tirinha do The Oatmeal.

—————————————————

A Canção do Sistema Solar

abril 21, 2010
Canção do Sistema Solar

Canção do Sistema Solar. Clique sobre a imagem para iniciar o aplicativo flash.

Mais uma obra que une a arte à Astronomia!

Trata-se de uma ideia do pessoal do White Vinyl Design, que produziu música ao considerar os planetas cruzando uma corda sonora imaginária. Esta corda parte do Sol e vai até os confins do Sistema Solar. O ponto onde cada planeta intercepta a corda gera um som que depende da frequência orbital do planeta. Plutão ainda está inserido, isto é bom porque ajuda a contribuir com suas notas musicais.

Na verdade, já há uma obra musical criada em homenagem aos planetas do Sistema Solar. Trata-se da suíte “Os Planetas” composta entre 1914 e 1916 pelo compositor britânico Gustav Holst. Esta obra é composta de 7 movimentos, um movimento para cada planeta.

A Terra está excluída, uma vez que esta obra tem um contexto astrológico, ou seja, parte da ideia da influência dos Planetas sobre nós. Além disso, Plutão também não está incluído, uma vez que este só fora descoberto em 1930. Daí os 7 movimentos iniciais.

Plutão foi adicionado mais tarde (em 2000) pelo compositor britânico Colin Matthews. Como Plutão foi rebaixado à categoria de planeta-anão, de repente terão que rever este puxadinho na obra de Holst.

Abaixo está uma apresentação de parte desta obra (Júpiter) pela Orquestra Filarmônica de Osaka.

As Faces de Leonardo da Vinci

abril 19, 2010

Se preferir, escolha as legendas (subtitles) em português!

Leonardo da Vinci sempre é tema de textos aqui no Café com Ciência. Afinal de contas, ao meu ver, foi a mente mais criativa que a humanidade presenciou ou produziu. Porém, diferentemente de outros pintores famosos (muitos deles seus contemporâneos), aparentemente, Leonardo não fez um auto-retrato. Ao menos não há algo neste sentido e que seja reconhecido por todos estudiosos do pintor. Há algumas suposições, mas nada comprovado, ainda.

Aqui, reproduzo um vídeo indicado pelo Open Culture. Ele trata de um estudo de Siegfried Woldhek que é um cartunista profissional e já desenhou mais de 1100 faces. Reconhecimento de faces é, portanto, um de seus fortes!

Basicamente, ele foi buscar, em todo o trabalho de Leonardo, pinturas onde aparecem faces. Nestas faces, mesmo que as pinturas não representassem auto-retratos, poderia estar escondida a face de Leonardo. Ele excluiu as pinturas onde as faces não são o foco principal do quadro (eliminou os quadros muito vagos ou estilizados) e os auto-retratos de “gente feia” ou caricaturas, uma vez que (segundo Siegfried Woldhek) Leonardo era reconhecido em seu tempo como um homem bonito.

Como resultado final sobraram três pinturas. (a) O famoso “homem velho” que já era atribuído como sendo Leonardo, mas sem maiores comprovações por parte dos historiadores; (b) O Homem Vitruviano, também bastante conhecido e (c) o retrato de um músico. E as comparou!

Ele vai além e mostra a similaridade entre as faces de cada pintura, que aparentam tratar do mesmo homem, mas em idades diferentes. Por fim, ele compara a única face reconhecidamente de Leonardo e que está na escultura de Davi (de Davi e Golias, de Verrochio, que Leonardo posou como modelo quando tinha 15 anos de idade) e também tem características bastantes similares ao “possível” Leonardo das três pinturas anteriores.

Siegfried Woldhek deixa bem claro que são suposições, mas afirma que são suposições com alicerces firmes. Segundo ele, este trabalho não só mostra a face de Leonardo, como mostra seu envelhecimento. De qualquer forma, um belo trabalho onde a inteligência e a imaginação andaram de mãos dadas.

Doutor em Ciências – Área: Astronomia

abril 8, 2010

Novamente, é com grande satisfação que escrevo um post para homenagear um colega do blog. Hoje, 08 de abril de 2010, Alessandro Pereira Moisés (diretamente de Palmeira dos Índios – Alagoas) defendeu sua tese de doutorado “Braços espirais da Galáxia: posição das regiões HII gigantes e formação estelar” e tornou-se Doutor em Ciências na área de Astronomia.

Infelizmente eu não pude assistir à defesa, mas o pessoal da imprensa que fez a cobertura do evento (nosso colega Alan) me disse que a apresentação foi excelente e que o trabalho foi aprovado por unanimidade. A banca que analisou o trabalho foi composta por: Prof. Dr. Augusto Damineli Neto (orientador – IAG/USP), Prof. Dr. Jacques Raymond Daniel Lepine (IAG/USP), Profa. Dra. Jane Cristina Gregorio Hetem (IAG/USP), Prof. Dr. Cássio Leandro Dal Ri Barbosa  (UNIVAP) e Prof. Dr. Jose Willians dos Santos Vilas Boas (INPE).

E por uma feliz coincidência, a astronomia brasileira ganha mais um doutor bem no dia em que o Café com Ciência completa um ano de existência! Foi precisamente no dia 08 de abril de 2009 que o blog começou com um simples hello world. De lá para cá foram 108 posts, divididos em 33 categorias e, segundo as estatísticas do wordpress, mais de 33.000 visitas às páginas contidas neste blog.

Então, depois de parabenizar novamente o recém dotô, agradeço em nome dos três integrantes do blog à todas as pessoas que leram, comentaram e divulgaram os nossos textos nesse ano que passou!

Imagem da semana: Teste sua imaginação

abril 4, 2010

A imagem desta semana serve para testar a imaginação dos (ainda) leitores do blog, que anda meio desatualizado devido às infinitas atividades nas quais a equipe está envolvida. Pode parecer desculpa esfarrapada, mas às vezes o trabalho é tanto que não encontra-se tempo nem para atualizar o blog ou até mesmo fazer um café.

Bom, a imagem foi retirada do apod de alguns dias atrás. É um exercício bem legal tentar imaginar como as pessoas fizeram associações entre a disposição das estrelas no céu e as figuras ali representadas. Existe algum conjunto de estrelas que você conhece destacado na imagem? Algo que nunca faltou aos astrônomos foi imaginação!

——————————————————

Não posso adiantar muito, mas nessa semana que começa teremos duas grandes comemorações, aguardem…

——————————————————