IAU XXVII GENERAL ASSEMBLY – Abertura Oficial

by

Hoje à tarde aconteceu a abertura oficial da Assembléia Geral da União Astronômica Internacional (IAU). Ontem já ocorreram várias plenárias e palestras dentro dos simpósios (mais notícias em breve), mas hoje é que o evento começou de fato.

O evento da tarde teve início com o discurso da presidente da IAU, Catherine Cesarski, seguido pelo presidente da Academia Brasileira de Ciências, Jacob Palis Jr., e pelo ministro de ciência e tecnologia, Sérgio Rezende. Logo em seguida, falou o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes e, finalmente, o governador do estado, Sérgio Cabral.

Todas as pessoas citadas acima foram enfáticas quando falaram do desenvolvimento e crescimento da astronomia no Brasil, da importância do investimento em ciência de base e também na nova postura do governo no sentido de direcionar maiores fatias do orçamento para pesquisa.

Um aspecto que me chamou a atenção (de forma positiva – exceto pelo governador), foi que todos fizeram seus comentários em inglês. O prefeito do Rio falou muito bem, sem “cola” nem nada, e articulou muito bem seu discurso. Já o governador leu muito mal um discurso pronto e, posso dizer com certeza, não agradou muito a platéia.

(Parênteses: Não conheço os políticos citados acima, não sei se são bons ou ruins e não tenho informação alguma sobre eles – os comentários feitos dizem respeito apenas aos discursos proferidos pelos mesmos nesse curto período de tempo, nada mais).

Fechada a parte dos discursos, fomos presenteados com uma apresentação muito bela da Companhia Folclórica do rio de Janeiro. Fiquei muito impressionado com a qualidade da apresentação. Todos os presentes ficaram eufóricos e puderam conhecer um pouco da nossa rica cultura.

A seguir, foi apresentado o Gruber Cosmology Prize 2009, da Peter & Patricia Gruber Foundation, que premia os destaques da área durante o ano. Para 2009, os vencedores foram: Wendy Freedman, Robert Kennicutt e Jeremy Mould. Eles foram premiados por determinarem medidas definitivas da taxa de expansão do Universo, também conhecida como constante de Hubble. Posso dizer que é muito bom assistir pessoas sendo premiadas depois de 20, 30 ou até 40 anos de trabalho árduo. Sei que muitos vão passar a vida trabalhando muito e sem ter o devido reconhecimento, mas para os que o tem, a sensação deve ser fantástica.

Terminadas as premiações, teve início a assembléia de fato, onde são decididos, entre outras coisas, assuntos administrativos e burocráticos desta instituição. Bem, foi justamente neste momento que, na assembléia de 2006 em Praga, Plutão foi “rebaixado” de planeta para planeta-anão.

E, como ninguém é de ferro, logo após todo esse trabalho, todos puderam interagir e relaxar no coquetel de abertura do evento. Este é o melhor momento para conhecer pessoas e interagir com pesquisadores e alunos de diversas áreas e instituições do mundo todo, além estabelecer colaborações de trabalho (Provavelmente, enquanto escrevo, alguns ainda estão por lá!).

Amanhã, depois de um merecido descanso, os simpósios e discussões voltam à sua programação normal. Aguardem notícias!

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: