O Mapa da nossa Galáxia

by

O que você me diria se eu lhe pedisse para fazer um mapa da sua cidade sem sair da sua casa? Ou, no máximo, subindo no topo de um edifício?

É exatamente isso que os astrônomos fazem já há alguns séculos. Tentamos desenhar um mapa da nossa Galáxia morando dentro dela. E, novamente, é incrível notar como os avanços tecnológicos conseguem explicar muitos problemas que antes pareciam insolúveis e nos dar novas perspectivas sobre nossa visão do Universo.

milkyway

Uma das tentativas (e, na minha modesta opinião, uma das mais interessantes) teve início no final dos anos 1770. William Herschel e sua irmã Caroline fizeram um mapa dos céus (ver figura acima – O nosso Sol é o ponto mais brilhante próximo ao centro da imagem) utilizando um telescópio refletor de 47.5cm. Enquanto William observava o céu, Caroline fazia as anotações. William achava que, contando o número de estrelas em diversas regiões do céu, poderia encontrar o centro da Galáxia onde houvesse a maior concentração de estrelas. Como ele não encontrou nenhuma região privilegiada nesse sentido, não conseguiu determinar com exatidão a posição do centro galáctico, e nem a posição do Sol na Galáxia. No entanto, em uma dessas observações (em 1781), ele notou um objeto com um pequeno disco, o planeta Urano. Essa descoberta lhe trouxe fama, além da nomeação de Astrônomo Real da Inglaterra.

Existem ainda muitos aspectos históricos relevantes para a astronomia no trabalho de Herschel, como a descoberta da radiação infra-vermelha, além de muitos esforços (tanto dele quanto de sua irmã) para medir parâmetros de estrelas, aglomerados de estrelas e nebulosas com uma precisão invejável nos idos de 1700! Herschel publicou então em 1786 o “Catalogue of One Thousand new Nebulae and Clusters of Stars”. Ele catalogou, ao longo de sua vida mais de 800 estrelas duplas e 2.500 nebulosas.

Porém, o que mais me chama a atenção na figura é a parte do lado direito, onde não existem estrelas. O que seria isso? Bem, naquela época não se sabia ao certo. A única informação disponível, na verdade, era a “ausência de informação” naquela direção. Uma das hipóteses de Herschel era de que todas as estrelas eram parecidas com o Sol, o que o levou a erros nos cálculos de distância. Além disso, ele não sabia que a luz das estrelas poderia ser bloqueada por nuvens escuras ou diminuída pela extinção interestelar (por exemplo o espalhamento da luz por grãos de poeira no meio que permeia as estrelas). Esses fatores o levaram a determinar erroneamente a posição do Sol e do centro da Galáxia.

Afinal, como nós vemos a Via Láctea hoje em dia? A figura abaixo (veja a imagem em alta resolução aqui) mostra a tentativa mais recente de fazer um mapa da “nossa casa”, com a ajuda do telescópio espacial Spitzer.

milky2

Acredita-se que a Via Láctea seja uma Galáxia Espiral do tipo barrada (note duas pequenas barras saindo da região central do esquema acima) com dois braços principais, sendo que o Sol encontra-se a aproximadamente 26.000 anos-luz de distância do centro da Galáxia.

Anúncios

Tags:

3 Respostas to “O Mapa da nossa Galáxia”

  1. Outros mapas da Galáxia « Café com Ciência Says:

    […] mapas da Galáxia By Vinicius Placco Com o intuito de complementar o post anterior sobre uma das tentativas de fazer um mapa da nossa Galáxia, resolvi mostrar um mapa feito […]

  2. Os computadores de Harvard « Café com Ciência Says:

    […] o final do século XIX e início do século XX) como os “Computadores de Harvard“.  Desde muito antes daquela época, as mulheres já vinham trabalhando para o desenvolvimento da Astronomia, e sua participação […]

  3. Imagem da semana: Três Marias versão tunning « Café com Ciência Says:

    […] desta região em 1895. Porém, dizem as más línguas que William Herschel (o cara que fez um mapa da Galáxia) já havia observado o dito loop nos idos de 1786. Acredita-se que o loop foi formado por […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: